13 3222-4396 - Whats:13 99650-4396 - contato@espacopeledermato.com.br

Apollo Radiofrequência Tripolar & Criolipólise

Apollo Radiofrequência Tripolar

O que é?

É uma tecnologia que usa a corrente de Radiofrequência Tripolar para conseguir a retração da pele. Com isso, há uma melhora dos contornos faciais e corporais além de retração das células de gordura.

Como funciona?

A Radiofrequência Tripolar aquece seletiva e simultaneamente as camadas dérmicas e hipodérmicas. Esse aquecimento da pele resulta em uma contração das fibras de colágeno existentes, o que promove a produção de novas moléculas de colágeno em período mais curto. Nas células de gordura, promove o aumento do metabolismo e a retração das mesmas, através da liberação da parte líquida dessas células.

Para que serve?

Na face e pescoço: Em curto prazo melhora a flacidez, devido à retração da pele tratada. Em longo prazo, promove o aumento de colágeno, deixando a pele mais firme.
No corpo: Remodela as células de gordura, melhorando a aparência da celulite e da flacidez.

foto1

Como é o tratamento?

É um tratamento seguro, indolor com uma leve massagem com um aquecimento suportável, até mesmo agradável. As sessões podem ser semanais ou quinzenais, num total de 6 a 8 sessões. Importante fazer uma manutenção por mês, durante 3 meses após o término do tratamento.

Quando observam-se os resultados?

A partir da primeira sessão já se observa uma leve retração da pele, com uma “sensação de lifting”. Ao longo do tratamento e em até 1 mês, observa-se melhora do contorno facial e corporal, da flacidez da pele além da remodelação da celulite e gordura localizada.

Existe algum cuidado pré ou pós tratamento?

Vir com a pele limpa, sem resíduos de maquiagem ou hidratantes. Avisar ao profissional que irá realizar o tratamento, se faz uso de marca-passo, prótese metálica ou se apresenta ferimento aberto na área a ser tratada. Não há qualquer restrição com exposição solar ou bronzeado.

Criolipólise

O que é?

É um procedimento médico não invasivo que resfria a pele através de um equipamento, reduzindo localmente o volume das células gordurosas.

Como funciona?

Foi desenvolvida em 2008 baseada no seguinte princípio: o resfriamento da pele desencadeia um processo inflamatório local conhecido como paniculite que é responsável pela diminuição da viabilidade das células adiposas e pelo fato dos adipócitos (células de gordura) serem mais sensíveis ao frio do que os tecidos adjacentes, não ocorrem danos ou injúrias nas estruturas vizinhas.

Quais áreas podem ser tratadas?

É indicado principalmente para região abdominal e flancos. O ideal é que o paciente tenha o peso corporal dentro da normalidade e apresente apenas gordura localizada. Geralmente regiões muito próximas não podem ser tratadas em uma mesma sessão.

Quantas sessões são necessárias?

Não existe um numero pré-estabelecido de sessões, recomenda-se aguardar 3 meses após o tratamento para análise dos resultados e somente após este período, decidir se há necessidade de novas sessões.

foto2

Como é o pós-procedimento?

Imediatamente após a remoção da ponteira, a área tratada fica avermelhada e endurecida como se estivesse “congelada”. É feito uma massagem leve local para melhor conforto do paciente. Somente em alguns casos pode haver um desconforto maior e ser necessário o uso de analgésicos. É frequente o aparecimento de discretos pontos arroxeados (petéquias) decorrentes da sucção do aparelho, que melhoram espontaneamente ou com auxílio de tópicos, como por exemplo, Hirudoid ou pomada de Arnica.

Qual é o resultado esperado?

Somente após 3 meses poderemos avaliar os resultados pois as células gordurosas que foram tratadas serão eliminadas pelo organismo de forma muito lenta . Geralmente obtemos uma redução na região tratada em torno de 20 a 30% das medidas corporais, desde que não haja aumento no peso corporal.

Quais os cuidados pós-procedimento?

Após o procedimento, orientamos não praticar atividades físicas por 24 horas, evitar exposição solar na região até o desaparecimento dos sinais e no caso de desconforto local, se necessário, usar analgésicos por via oral.